Artigos. Brinquedos sobre rodas.
O triciclo, a bicicleta e os patins não são apenas opções divertidas para as crianças. Eles também as ajudam a desenvolver os músculos, a aumentar a agilidade e a estimular o equilíbrio.

Anime-se!
Até há pouco tempo, os brinquedos com rodas não eram recomendados para crianças com menos de três ou quatro anos. Atualmente, são fabricados modelos muito mais seguros, que permitem que uma criança de um ano ande em um triciclo ou carrinho com segurança. Antes de começar a brincadeira, lembre-se de seguir as recomendações de uso e segurança indicadas para cada brinquedo. Usar capacete, luvas e joelheiras nunca é demais. Também é aconselhável evitar atividades físicas imediatamente após as refeições, pois podem provocar vômitos ou enjoos.

Para quem está começando a andar
A partir dos 18 meses, quando as crianças já caminham com certa desenvoltura, os brinquedos ideais são os de arrastar e empurrar. Em geral, eles têm rodinhas e são bastante variados. Os de arrastar geralmente possuem uma cordinha na parte frontal para que a criança possa puxá-lo, e os de empurrar, um apoio ou guidão na parte traseira. Estes brinquedos estimulam a criança a andar e a desenvolver a orientação espacial. Os de empurrar ajudam a praticar o deslocamento e o equilíbrio; já os de puxar estimulam a coordenação de várias ações, como caminhar, puxar, empurrar e olhar. No começo, quando puxa o brinquedo, é muito comum que a criança sinta necessidade de parar e olhar para trás para ver se ele continua no lugar. À medida que ganha destreza, ela pode olhar para trás sem a necessidade de parar.

Triciclos
O mercado oferece triciclos que podem ser usados a partir dos 10 meses. Nestes modelos, as crianças se sentam apoiando os pés em pedais fixos e os pais as empurram. Apesar de não se moverem sozinhas, as crianças adoram porque podem brincar em um triciclo parecido com o das crianças maiores. Para os pais também é uma opção cômoda, já que é uma alternativa aos carrinhos de passeio.

Dirigir um triciclo tradicional requer destreza, coordenação, força e senso de orientação espacial. Estas habilidades são adquiridas por volta dos 2 anos, idade em que se recomenda o uso do triciclo. Suas vantagens são o desenvolvimento das extremidades inferiores e do equilíbrio.

Bicicletas
A idade indicada para começar a andar de bicicleta é entre 4 e 5 anos. A primeira coisa que uma criança deve aprender antes de subir em uma bicicleta é dominá-la por completo: como frear, quando pedalar mais ou menos, como subir e descer. Se a criança for pequena, deve começar a montar na bicicleta com rodinhas, para ajudá-la a encontrar o equilíbrio. Em seguida, deve-se praticar com certa frequência para aumentar sua habilidade.

É aconselhável levar seu filho para passear de bicicleta em diferentes terrenos, além de promover passeios com outras crianças que tenham o mesmo interesse, já que a atividade em grupo também é muito divertida.

Entre os benefícios do ciclismo, podemos destacar o aumento da resistência, da velocidade, da coordenação, do equilíbrio e da agilidade; a adaptação a diferentes situações ou ambientes (bosque, praia, montanha); a aquisição de hábitos saudáveis; o fortalecimento da auto-estima (a criança reconhece sua capacidade de fazer percursos mais longos e progressivamente mais difíceis); a criação de consciência ecológica ao se utilizar a bicicleta como meio de transporte, e o fortalecimento de valores como o companheirismo, o respeito e o espírito de sacrifício.

Patins
Podem ser utilizados, desde que a criança seja capaz de manter o equilíbrio sobre eles. Em geral, é aconselhável fazê-lo só depois dos três anos, e em terrenos planos e seguros. Existem no mercado novos modelos especiais para as crianças menores, são mais seguros e estáveis que os patins antigos. Fique atento a certas normas de segurança: a criança deve usar cotoveleiras e joelheiras, e o patim deve estar bem ajustado ao pé par evitar possíveis lesões nos calcanhares.

No começo, para que a criança se sinta mais segura e domine melhor o equilíbrio, o ideal é matriculá-la em aulas de patinação. As aulas se baseiam em exercícios e jogos que ensinam a criança a se deslocar, a mudar de direção e a evitar obstáculos.

Os benefícios são muitos: a patinação ativa a circulação sanguínea, potencializa e fortalece os músculos das pernas, permite adquirir grande equilíbrio, desenvolve a concentração e o controle da aprendizagem, queima calorias e melhora a resistência física.
Artigos relacionados
Quem leu isto também leu...