Artigos. O respeito pelos seres vivos
Sem dúvida, você já deve ser visto seu filho arrancando as pétalas de uma flor em um parque ou no jardim de um vizinho. Como lidar com uma situação como esta? Confira algumas sugestões para abordar o assunto em família.

A atração da natureza
Uma das primeiras coisas que devemos compreender é que a natureza proporciona muitas situações divertidas e fascinantes para as crianças. Tudo parece chamar sua atenção: a textura da terra, o movimento dos pássaros em pleno voo, a casca que se desprende de uma árvore ou as ondas do mar. Os pais devem aproveitar esta tendência natural para incutir em seus filhos o respeito à natureza e a todos os seres vivos.
Conhecer a natureza também pode ser um grande estímulo para a curiosidade infantil. Diferentemente dos adultos, que costumam se valer da visão, as crianças recorrem a todos os sentidos com mais frequência. De forma instintiva, usam o tato, o paladar, a audição, o olfato e a visão para explorar o mundo à sua volta. Por exemplo, quando uma criança sente curiosidade por uma planta, ele toca suas folhas rugosas, cheira as flores e observa suas cores e formas. Desta forma, adquire consciência da grande variedade da vida à sua volta. Por isso, é aconselhável não proibir uma criança de explorar a natureza, desde que não a coloque em perigo nem cause danos a outro ser vivo.

Observação e experimentação
Durante os primeiros anos, é indispensável estimular as crianças e acompanhá-las em sua sede de descobertas. Para isso, recorra a desafios simples, como a observação e a descrição do entorno ou de algum ser vivo. Outro recurso são os livros sobre a natureza, a partir dos quais poderá conhecê-la, e também comparar o que lê com o que observa. Por último, os experimentos simples baseados no cotidiano são uma forma divertida de aprender certos processos naturais.
Por exemplo, fazer uma semente germinar em um pote de vidro, com papel absorvente nas bordas internas e algodão no fundo, é um método econômico e fácil de mostrar a seu filho o processo de crescimento de uma planta.
É importante ensinar a ele que as árvores e plantas precisam de cuidados frequentes para crescerem saudáveis, e que são imprescindíveis para a vida porque purificam o ar que respiramos e produzem oxigênio. Uma criança que ama a natureza será um adulto que cuidará dela no futuro.

Necessidade de luz
Um conceito que pode ajudar seu filho a compreender por que as plantas são seres vivos, além de nascer, crescer, reproduzir-se e morrer, é o fato de precisarem de água e luz.
Para observar como as plantas procuram a luz, você pode fazer um experimento simples. Plante em um vaso um pé de ervilha, que é uma espécie de trepadeira. Pinte o interior de uma caixa de preto (a cor absorverá a luz que entra na caixa), faça um furo na parte superior, recorte pedaços de cartolina preta da mesma altura da caixa e cole com fita adesiva ao redor do furo. Em seguida, coloque o vaso dentro da caixa, bem embaixo do furo, e tampe-a. Peça para a criança observar a caixa todos os dias, tirando a tampa para ver o que acontece. Com o tempo, ela perceberá que os ramos da ervilha procuram a luz e sairão pelo furo na parte superior da caixa.

Necessidade de água
Para observar como as plantas bebem, você pode fazer o seguinte experimento. Coloque água com tinta vegetal de cores diferentes em dois copos. Em um deles, coloque uma flor branca. Corte transversalmente o talo de outra flor branca e coloque uma parte do talo no primeiro copo, e a outra no copo com água tingida de outra cor.
Depois de três horas, peça à criança para observar o que aconteceu. Certamente, a flor com o talo em um só copo mudará de cor, mas a flor cujo talo foi dividido entre dois copos está metade de uma cor e metade de outra. Isso se deve ao fato de ter absorvido a água de diferentes copos.
Refletir sobre as necessidades das plantas reforça a ideia de que são seres vivos e também nossa responsabilidade por seu bem-estar.
Lembre-se que as coisas que você deseja ensinar a seu filho devem começar com um bom exemplo. Sua atitude de respeito pelo meio ambiente influenciará seu filho, que no momento, é uma personalidade em formação.

Artigos relacionados
Quem leu isto também leu...