Artigos. Vamos colocar o corpo em movimento!
Mesmo que seu filho ainda seja pequeno, é importante iniciá-lo em alguma atividade física. Os exercícios testam suas habilidades motoras, aumentam a independência, ajudam a descarregar energia e, acima de tudo, são muito divertidos.

Os bebês também?
A partir dos quatro ou cinco meses de vida, os bebês podem começar a fazer alguns exercícios físicos. O objetivo central é estimular o desenvolvimento muscular e mental, a coordenação e o equilíbrio.
Para a criança, cada sessão de exercícios será uma hora de brincadeiras com os pais e uma oportunidade de manter contato físico. Por meio da observação e dos elogios do adulto, o bebê também poderá se comunicar.

De que forma?
O melhor momento para iniciar a atividade física é quando a criança estiver tranquila, descansada e de bom humor. Não é aconselhável forçar a situação, mas é importante estabelecer uma rotina.
Vista seu filho com roupas confortáveis para que possa se movimentar com desenvoltura e mantenha uma temperatura corporal estável. Fazer uma massagem o ajudará a se aquecer, sobretudo se sentir frio nas mãos e nos pés.
Os exercícios podem ser executados sobre a cama, mas o ideal é usar uma almofada ou colchonete. Os movimentos devem ser lentos e suaves para que a criança não tenha sobressaltos e sinta-se segura. Lembre-se de que é ela quem marcará o ritmo e a duração da sessão.
Propostas de exercícios
Os jogos com as pernas são básicos nos exercícios físicos para bebês. Coloque seu filho de barriga para cima, sobre uma superfície plana, esticando e encolhendo suas pernas simultaneamente até que os joelhos encostem no abdômen. Esta atividade contribui para fortalecer a musculatura e flexibilizar as articulações.
Para estimular o equilíbrio, deite-se no chão com as pernas encolhidas sobre o peito e sente seu filho sobre os joelhos, segurando-o pelas axilas.

Um bom exercício para tranquilizar a criança é segurá-la com as duas mãos nas nádegas e balançá-la de um lado para o outro.

E os maiores?
A partir dos dois ou três anos, existem vários exercícios que você praticar com seu filho, aproveitando a tendência natural das crianças a imitar tudo o que os adultos fazem. Sugira exercícios simples que, além de estimular a motricidade e o equilíbrio, também sejam divertidos.
Os movimentos devem ser executados com regularidade e ritmo. Aos poucos, vá incrementando as repetições. Primeiro, o adulto primeiro deve mostrar como fazer o exercício, e só depois a criança deve repeti-lo. O importante é que a prática seja vista como uma brincadeira, não como uma obrigação.

Algumas sugestões de brincadeiras.
Sugira a seu filho que finja ser um cavalo, indicando quando deve trotar ou galopar. Ele também pode brincar de ser uma borboleta, movendo rapidamente os braços enquanto se desloca ou parando quando você disser que ele pousou sobre uma flor.
Imitar determinados esportes também pode ser uma brincadeira divertida. No caso da escalada, a criança deve começar levantando a mão direita para agarrar uma pedra, depois flexionar a perna direita para se apoiar em outra, repetindo o movimento enquanto alterna os membros. Vocês também podem brincar de remar em um bote. Para isso, devem ficar com as pernas abertas e estendidas, e inclinar-se para trás e para frente, flexionando e esticando os cotovelos para inclinar o tronco.

Objetos auxiliares.
O balanço estimula o senso de equilíbrio e fortalecem os músculos dos braços.
O bambolê, além de divertido, favorece diversos exercícios com a cintura e as pernas.
O aro de basquete não serve apenas para jogar este esporte: você pode usá-lo para praticar pontaria, o que ajuda a criança a medir distâncias e a exercitar os músculos das extremidades.
A bicicleta e o triciclo desenvolvem os músculos das pernas e favorecem a coordenação.
Em resumo, não é preciso frequentar um clube para iniciar seu filho na atividade física. Basta aceitar o desafio e praticar essas propostas simples e divertidas.
Artigos relacionados
Quem leu isto também leu...