Artigos. Vamos escrever histórias!
Se seu filho gosta muito de ler, escrever suas próprias histórias será uma magnífica aventura. E também reforçará algumas habilidades que serão muito úteis para um bom desempenho na escola. A seguir, sugerimos algumas atividades para que você possa orientá-lo neste desafio.

Antes de começar
Não é necessário esperar que seu filho já saiba ler e escrever para encorajá-lo a criar seus próprios livros. Aprender a construir suas próprias histórias é um processo que pode ser iniciado muito cedo.

O mais importante é estimular sua fantasia e sua capacidade de expressão oral com propostas divertidas, que ocupem um curto espaço de tempo.

Histórias com vários finais
Os livros que oferecem ao leitor o papel de condutor da história constituem um bom treinamento. Eles relatam uma aventura e convidam a criança a dirigir seu desenvolvimento. Para isso, ela deve fazer suas próprias escolhas e pular as páginas segundo a opção desejada.

Além de fazer da criança um sujeito ativo da leitura, estes livros a ajudam a compreender as relações de causa e efeito: o desfecho da história depende de suas escolhas.

Uma alternativa a este tipo de livros é contar a seu filho uma história e pedir a ele que invente o final.

Imagens que despertam a imaginação
Mostre a seu filho duas ou três imagens, e peça que construa rapidamente uma frase. Você se surpreenderá com sua capacidade de invenção. As frases podem estar associadas a aventuras, lutas ou histórias de amor.

Duas palavras para uma história
Você também pode pedir a seu filho que diga duas palavras, aleatoriamente, e sugerir que rapidamente a transforme em uma história. Não é necessário se preocupar com as regras da lógica ou verossimilhança. Por exemplo, se escolher "mesa" e "xícara", ele pode criar uma história sobre uma xícara que, todas as noites, sai para passear com sua mesa voadora.
As possibilidades de uma história são ilimitadas, e o pequeno criador pode investigá-las à vontade.

Ilustrando histórias
Mesmo sem saber ler e escrever, seu filho vai adorar que você escreva a história que ele criou. Depois de colocá-la no papel, você pode pedir a ele que a ilustre com seus próprios desenhos.

Não esqueça de escrever seu nome abaixo do título, como forma de mostrar sua autoria.

Conselhos úteis
Ao montar um livro com seu filho, é importante considerar os seguintes pontos.

Antes de escrever a história que ele criou, assegure que ela tenha um princípio, um desenvolvimento e um fim.

Na capa, coloque o título, o nome do autor e uma ilustração.

O livro será ainda mais atraente e despertará a imaginação dos leitores se tiver uma ilustração em cada página.

Se seu filho não gosta de desenhar, ele pode recortar imagens de revistas, usar fotografias de familiares ou ilustrações baixadas na internet.
Artigos relacionados
Quem leu isto também leu...